Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A miúda do campo

A vida é um sonho de descobrir o mundo, o amor, de aprender a escutar para a verdade descobrir, de construir um baú cheio de sonhos transformados em memorias, nunca devemos de ter medo

A miúda do campo

A vida é um sonho de descobrir o mundo, o amor, de aprender a escutar para a verdade descobrir, de construir um baú cheio de sonhos transformados em memorias, nunca devemos de ter medo

04.05.20

Orgulho no adulto que sou


Sara Hilário

A criança que eu era se orgulharia do adulto que me tornei  

 

A criança que eu era

Não era corajosa o suficiente

Para enfrentar os meus medos

Para enfrentar aqueles que me queriam mal

Porque era mais fraca

Escondia o verdadeiro eu

Porque me diziam

Ninguém me ia amar

Ou porque faziam troça de mim

Deixei que me derrubassem

Era um criança

Sinto-me perdida

não sabia o que

Fazer

O que estava

Certo ou errado?

Que caminho seguir?

Em quem confiar?

Seja que caminho for

aprendi que

Com os erros

E

Com o tempo

Encontraria o

Verdadeiro sentido

Para ao mundo

Andei perdida pelo

Escuro

Perdida no fundo

Das minhas memorias

Entre muralhas

No meu coração

E

Encontrei

Encontrei a estrada

Dos meus sonhos

E adulta me tornei

Eu sabia que existia

Um lugar para mim

Eu sabia que era

Corajosa.

Deixei de me esconder

Enfrentei meus medos

Mostrei ao mundo

Os meus defeitos

Pois são eles que me

Tornam diferente

Dos outros.

Encontrei a estrada

Dos meus sonhos

Deixei para trás

O que e real

E embarquei

No impossível.

Aprendi que o sonho

É real

É liberdade

É sentimento

Emoção

Já não tenho medo de ser

Vista

Não tenho de

Pedir desculpas por

Ser assim

Sei que o mundo vou

Conquistar

Iluminar com o talento

Que corre dentro

Das minhas veias,

Das minhas palavras

Aprendi a escrever-me

Para me descobrir

Para dar a conhecer-me

Aos outros.

Porque eu sei quem sou

E

Quero ser

Quero acreditar no impossível

Porque se pode tornar possível

Viajar pela minha

Imaginação sem me perder

Para me voltar a 

Encontrar nas minhas

Escritas. Escrevo-me.

Pois há dentro de mim a criança que se transformou num adulta e se tornou uma

Realidade.

Embarquei dentro

Do túnel dos sonhos,

Porque

Eu sei que

É tudo o que quero

É tudo o que preciso

Para ser feliz

Para me encontrar

E esta bem 

a minha frente

Sempre lá esteve

Eu a que não via

Andava perdida

Ou apenas de desvendou

No momento certo

Em que me tornei adulta

Sem perder a inocência

De criança   

Encontrei e desvendei a

do labirinto

Em que a minha vida

Se tornou,

Por cada desafio

Que percorri dentro do labirinto

Encontrei a ajuda

Do tempo

O precioso tempo que

Me ensinou que

Só valia a pena morrer

com as memorias e

não com os sonhos

por isso aprendi com o tempo

a sabedoria

para alcançar o fim

e

renascer

para me encontrar

e

realizar o meu sonho

que é a minha felicidade

é o meu caminho certo.

Com o meu sonho encontro o meu caminho e nunca mais me perco.

E se voltasse atrás ao tempo de criança

E soubesse no adulto em que

Me ia tornar

Iria ter orgulho

Sem mudar uma virgula

E eu sei que

Quando precisar de algo

Posso chamar a criança que está

Dentro de mim

E

Nunca a irei largar

A

Não ser que esta desapareça

Porque deixei de sonhar

Levando a minha felicidade

Voar para longe com as assas dos meus sonhos por concretizar.

 Não posso deixar morrer a criança que há dentro de mim 







Tens a oportunidade de conhecer todos os artigos por mim escritos para o blog Nós, Poéticos e Literários que nasceu de um suspiro. Como um poema em que tens a ideia e depois vais trabalhar com cuidado para não perder o traço.


descobre todos os textos

17 comentários

Comentar post

Pág. 1/2